• Editora Nitpress

Em Niterói, cestas básicas levam o pão e a palavra para quem precisa


Ao lado de cestas básicas, Marcos Rodrigo exibe livros

A matéria de capa do jornal TODA PALAVRA de maio, mostrando algumas das várias ações que procuram atenuar em Niterói as dificuldades enfrentadas sobretudo pelas populações mais carentes em meio à pandemia, vem ajudando a fortalecer a corrente de solidariedade que envolve a cidade.

Dezenas de milhares de cestas básicas já foram distribuídas nos últimos dois meses em iniciativas da prefeitura, dos sindicatos e das próprias comunidades pobres, que se mobilizaram para ajudar a quem mais precisa. Graças à divulgação do TODA PALAVRA, uma parte dessas cestas passará a levar não só o pão, mas também a palavra, na forma de livros doados pela Academia Brasileira de Letras e pela editora Nitpress.

Leitor assíduo do jornal e um dos niteroienses mais ilustres, o presidente da Academia Brasileira de Letras, Marco Lucchesi, resolveu apoiar as ações com a doação de livros da entidade para os moradores do Preventório, uma das comunidades citadas na matéria. Lucchesi também gravou um vídeo com uma mensagem de estímulo a um grupo de moradores que criou, com o apoio do Banco Comunitário do Preventório, o Comitê Solidário, que já arrecadou mais de R$ 25 mil através de uma vaquinha virtual e distribuiu mais de 5 mil cestas básicas na comunidade.

A editora Nitpress, fundada há 15 anos em Niterói com o propósito de promover a cultura, a história e a literatura fluminenses, também resolveu doar livros do seu catálogo, que foram entregues neste final de semana, juntamente com os volumes da ABL, ao líder comunitário e criador do Banco do Preventório, Marcos Rodrigo.

Os livros serão inseridos em todas as cestas básicas que passam a ser distribuídas a partir desta semana. Entre os livros doados pela Academia está a coleção completa do escritor Carlos Nejar, um dos maiores nomes da literatura brasileira contemporânea. A Nitpress doou, como primeira contribuição, centenas de exemplares da antologia “O amor segundo Luís Antônio Pimentel”, uma coletânea de textos de um dos mais importantes escritores que já viveram em Niterói e cujo nome batiza uma das galerias do túnel Charitas-Cafubá, que passa justamente ao lado do morro do Preventório.

A ação da Academia reforça o compromisso que a instituição firmou com a sociedade para manutenção de seu projeto de levar cultura e conhecimento através da alimentação de bibliotecas públicas. "Mesmo em tempos de pandemia, a Casa de Machado de Assis permanece vigilante, ao estreitar os laços de uma cultura solidária", declarou o Presidente Marco Lucchesi.

Leia a matéria na íntegra do TODA PALAVRA sobre as ações solidárias de Niterói.

Leia também a versão digital completa da edição impressa de maio do TODA PALAVRA.

1 visualização

SIGA-ME

  • Facebook Social Icon

© 2019 by Editora Nitpress